Constituição é clara: Bolsonaro pode perder a Presidência após compartilhar vídeo gay


Bolsonaro publicou um vídeo considerado obsceno na sua conta da rede social Twitter. A intenção do Presidente brasileiro ao divulgar imagens de um homem a colocar o dedo no próprio ânus e a urinar sobre outro era o de criticar os excessos do Carnaval.

“Não me sinto confortável em mostrar mas temos de expor a verdade… é isto que têm virado os blocos de rua do Carnaval brasileiro, comentem e tirem as próprias conclusões”, escreveu Bolsonaro.

Mas ao publicar o vídeo sem avisar que continha material sensível, o chefe de estado causou ira até em apoiantes, que sublinharam que os seus filhos, menores, têm acesso as redes sociais do Planalto.

Por isso, defenderam o bloqueio da conta deTwitter do presidente e denunciaram a publicação à direção da rede por incluir conteúdo impróprio.

Duas horas depois, a publicação já surgia com o sinal de “sensível”, que abre automaticamente uma caixa de diálogo em que se pergunta ao utilizador se ele quer mesmo ver o vídeo.

O caso torna-se mais grave porque segundo a constituição do Brasil “proceder de modo incompatível com a dignidade, a honra e o decoro do cargo” é considerado crime de responsabilidade e matéria para impeachment.

Bolsonaro vai dificultar muito a vida da Globo em 2019

Desde a campanha à Presidência, Bolsonaro tem dito que pretende reduzir a estrutura do Estado e diminuir a burocracia governamental.

Em seu discurso após a vitória nas urnas, o presidente eleito disse que “o governo federal dará um passo atrás — reduzindo a sua estrutura e a burocracia; cortando desperdícios e privilégios, para que as pessoas possam dar muitos passos à frente”.

Ele afirmou que vai defender uma agenda de desburocratização e desregulamentação da economia.

Na transição de governo e montagem de sua equipe, Bolsonaro já deu sinais de que pretende desburocratizar e diminuir a regulamentação em setores como a Economia, Comércio Exterior e Turismo.

Marta Barbosa

Marta Barbosa é formada em Marketing e Publicidade pela 'Unopar EAD. Por mais que tenha experiência em diversas empresas de outro gênero, atualmente ela está se dedicando ao jornalismo e mídias digitais.