in

7 anos após grave acidente, família quer mostrar Schumacher novamente para o mundo, revela ex-chefão da Ferrari

Quase sete anos já se passaram desde que o ex-piloto de Fórmula 1 Michael Schumacher sofreu um acidente que o deixou confinado em uma cama. Durante todo esse tempo, a família manteve sigilo sobre o real estado de saúde de Schumacher.

PUBLICIDADE

O acidente aconteceu durante as férias em Méribel, nos Alpes Franceses, em dezembro do ano de 2013, quando o heptacampeão mundial esquiava junto com seu filho e na queda bateu com a cabeça. Ele foi socorrido rapidamente, mas o ferimento foi gravíssimo e Schumacher ficou por anos em um leito de UTI.

Agora, no último domingo, dia 19 de julho, o ex-chefe de Schumacher na Ferrari, deu boas notícias aos fãs do ex-piloto que subiu ao pódio por sete vezes. De acordo com o Jean Todt, a família do alemão está trabalhando para que Michael Schumacher apareça publicamente pela primeira vez desde o acidente.

PUBLICIDADE

As declarações do ex-chefe da Ferrari foram publicadas após entrevista ao jornal britânico DailyMail, onde ele disse que esteve com o amigo na semana passada, em sua casa, localizada em Gland, no extremo oeste da Suíça e próxima à fronteira com a França.

PUBLICIDADE

Jean é uma das poucas pessoas que por mais de uma vez esteve com Schumacher após o acidente e mesmo não entrando em detalhes do estado de saúde de Schumacher, saber que a família pretende apresentar o ídolo publicamente fez os fãs do alemão vibrarem de alegria nas redes sociais.

 

PUBLICIDADE

Escrito por Millena Carvalho

Estudante de Letras, apaixonada pela vida e pela arte. Comprometida com a seriedade em repassar informações verídicas e que enriqueça o conhecimento de nossos leitores.