in

Anvisa emite nota e desaconselha o uso de Ivermectina no combate a covid-19; responsabilidade do médico e sem comprovação científica

Há algumas semanas, popularizou-se o uso de antiparasitários contra a covid-19. Um desses remédios é a ivermectina, geralmente usado para o controle de piolhos e sarna. A Anvisa, no entanto, alerta que não há comprovação científica que sustente o uso da droga.

PUBLICIDADE

TEORIA DIVIDE MÉDICOS

Existe um consenso de que não existem ainda comprovações científicas que justifiquem o uso desse medicamento ou qualquer outro. O que acontece é que muitas drogas estão sendo estudadas e usadas ao redor do mundo, mas ainda não há nada conclusivo.

A ivermectina entra nessa lista. Embora não existam estudos que comprovem sua eficácia, já existe pelo menos um hospital no Brasil que usa o medicamento em protocolo próprio. A Unimed, por exemplo, distribuiu uma espécie de “kit” contendo não só ivermectina, mas também azitromicina e cloroquina.

PUBLICIDADE

Apesar disso, no entanto, as principais agências de saúde do mundo, inclusive a Anvisa, alertam que não existe nenhuma comprovação científica quanto a eficácia desse coquetel. Isso significa que é preciso muito cuidado para não piorar a situação.

O USO DA IVERMECTINA E O QUE DIZ A ANVISA

Uma parcela de médicos e empresas ligadas a saúde defende que o uso da Ivermectina, associada a outros remédios, no primeiro estágio da infecção por covid-19, minimiza os sintomas e estimula a reação do organismo. A informação, no entanto, é rechaçada por outra parcela, que possui apoio de grandes instituições internacionais.

PUBLICIDADE

A Anvisa defendeu, por meio de nota, que o uso da ivermectina para qualquer fim que não o prescrito na bula é de responsabilidade do médico que o prescreveu. Isso significa, basicamente, que o uso não é proibido, mas inspira cuidado.

A Agência ressalta ainda a ausência de estudos sobre a interação do medicamento com o vírus da covid-19. Além disso, a Anvisa deixa claro que não existe remédio no Brasil que seja aprovado como tratamento para o covid-19.

Por fim, a agência reafirma que as indicações de uso da ivermectina são as já existentes na bula.

PUBLICIDADE

Escrito por Roberta R

Notícias diárias, cobrindo que acontece de mais interessante no Brasil e no mundo. Notícias curiosas, interessantes e cobertura dos famosos.