in

Governo divulga calendário completo da 4ª parcela do auxílio emergencial

Ciente da crise existente após surgimento da pandemia de coronavírus, desde o dia 30 de janeiro deste ano, quando o Brasil e o mundo todo recebeu alerta declarando estado de emergência na saúde pública pela OMS, em virtude da infecção pela Covid-19, o governo federal criou o auxílio emergencial como uma das medidas de enfrentamento à crise em questão.

PUBLICIDADE

Para seguir à risca as medidas adotadas para prevenir a disseminação do novo coronavírus, seguindo as recomendações de distanciamento e evitando aglomerações, todo o comércio encerrou suas atividades e seus funcionários ficaram de quarentena para que o isolamento social fosse implementado nos municípios e estados de todo o país.

Com isso, a renda mensal dos brasileiros sofreu uma queda drástica, os trabalhadores informais ficaram desassistidos, até que em 2 de abril o auxílio emergencial foi decretado de acordo com a Lei nº 13.982, em comum acordo com o Ministério da Cidadania, Ministério da Economia, Caixa Econômica Federal e o Governo Federal.

PUBLICIDADE

A priori, o benefício seria pago no valor de R$ 600,00 para trabalhadores informais, inscritos no CadÚnico e Bolsa Família, em apenas três parcelas, mas por conta da continuidade da crise e instabilidade comercial, além da contínua propagação do vírus, o governo decidiu prorrogar o auxílio emergencial.

Continua na próxima páginaConfira aqui abaixo o calendário do auxílio emergencial para a quarta parcela para quem começou receber em abril:

PUBLICIDADE

Calendário do auxílio emergencial para a quarta parcela para quem começou receber em maio:

Continua na próxima páginaCalendário do auxílio emergencial para a quarta parcela para quem começou receber em junho:

A notícia está sendo comemorada pelos beneficiários espalhados em todas as redes sociais, o calendário do auxílio emergencial é sempre aguardado com muita expectativa por aqueles que se inscreveram através do aplicativo do CAIXA TEM ou pelo Site da Caixa Econômica Federal, e foram aprovados para receberem o benefício no valor de R$ 600 reais mensais.

 

PUBLICIDADE

Escrito por Millena Carvalho

Estudante de Letras, apaixonada pela vida e pela arte. Comprometida com a seriedade em repassar informações verídicas e que enriqueça o conhecimento de nossos leitores.