in

Homem de 48 anos morre a caminho de seu segundo dia de trabalho depois de ficar 3 meses desempregado em SP

Na cidade de São Vicente, litoral de São Paulo, um homem acabou morrendo durante uma tentativa de assalto. O homem tinha 48 anos e estava a caminho de seu segundo dia de trabalho, depois de passar por três meses enfrentando o desemprego.

PUBLICIDADE

De acordo com informações da Polícia Civil, o homem, que foi identificado como Arnaldo Novaes de Oliveira, levou um tiro na cabeça depois que se recusou a entregar seu celular para o assaltante.

Ninguém foi preso ainda pelo latrocínio, ou seja, roubo seguido de morte. O crime teria acontecido na manhã desta terça-feira (21). A polícia informou que Arnaldo estava no ponto aguardando o ônibus quando dois suspeitos se aproximaram da vítima, eles estavam em um carro e exigiram que o homem entregasse o celular.

PUBLICIDADE

Diante da recusa de Arnaldo, um dos suspeitos tirou a arma e atirou contra a vítima, eles fugiram em seguida sem levar nada.

Os moradores da região acionaram a polícia imediatamente, a qual esteve no local e isolou tudo e socorreu a vítima, mas o homem faleceu antes mesmo que a ambulância chegasse ao local.

PUBLICIDADE

Arnaldo estava em seu segundo dia de trabalho depois que passou um grande período desempregado. Ele era pai de três filhas e havia conseguido um emprego como operador multimodal.

Um familiar que não quis se identificar caracterizou o homem como uma pessoa muito tranquila, que não mexia com ninguém, que vivia para trabalhar e cuidar de sua mãe. Sua família está desolada com a triste perda e o fato acontecido com o trabalhador.

PUBLICIDADE

Escrito por Cláudia LM

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.