in

Prima de médica que caiu do 5º andar de prédio diz que a parente não pularia: “Ela foi jogada”

A prima de Sáttia Lorena Patrocínio Aleixo, que acabou caindo do quinto andar do prédio na Bahia recentemente, disse que a médica não sofreu um acidente, mas foi jogada pelo esposo. O homem teve a prisão preventiva após o caso.

PUBLICIDADE

A prima da médica disse que a parenta foi jogada do prédio, porque chegou até mesmo a pedir socorro enquanto discutia com o parceiro. Os vizinhos ouviram a briga, e, passado um tempo, a mulher pediu socorro. Ariana Lorena, familiar da vítima, questiona tese de suicídio ao falar que uma pessoa que pede socorro não vai se jogar do apartamento, reiterando que sua familiar não faria isso.

O caso aconteceu na madrugada de segunda-feira (20), por volta de 1 hora da manhã, e os vizinhos disseram que a médica teria caído do prédio depois da discussão com o marido. A perícia foi realizada no local e o resultado deve ficar pronto em até 10 dias.

PUBLICIDADE

De acordo com o advogado de defesa, o cliente dele nega ter jogado a esposa do apartamento, afirma que a mulher não queria a separação e ameaçou se jogar da janela por essa razão. Eles estavam na sala no momento da briga, ela não conseguiu e foi para a janela do quarto, onde tudo aconteceu.

Segundo o advogado, não houve nenhuma tentativa de feminicídio, mas um surto que a mulher teve, já que afirma que ela tinha depressão. Então, por não suportar a separação, a médica teria tentado tirar a própria vida.

PUBLICIDADE

O advogado do marido da médica disse que não se sente diante de um crime, mas de uma triste tragédia. A médica Sáttia Lorena está internada no Hospital Geral do Estado. Ela precisou passar por cirurgia e, de acordo com a família, está em estado grave.

PUBLICIDADE

Escrito por Cláudia LM

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.