in

Você sabia que Niterói tem, ou já teve, uma editora de livros pública?

Niterói é uma cidade onde a cultura pode ser sentida de forma sempre muito pulsante. A qualquer dia da semana, para quem se mantém informado, sempre há opção do que fazer. É claro que o ritmo das coisas reflete o clima de uma cidade que não é capital, mas também não se perdeu no meio do interior. Niterói é, para muitos, o meio-termo perfeito.

Em grande parte, a culpa de tudo dar certo é da área de cultura e lazer. Niterói tem a maior biblioteca da região, (destacadamente maior que Itaboraí, Maricá e São Gonçalo, que são as cidades vizinhas) além de concentrar algumas das principais Faculdades privadas e também ser terra da Universidade Federal Fluminense, uma das maiores instituições de ensino do país. Desde pontos para curtir festas até espaços para curtir um bom livro, Niterói tem.

Uma das coisas que nem todo mundo sabe, no entanto, é que Niterói também costumava ter uma editora própria. Se trata do selo Niterói Livros, que atendia o público através de uma iniciativa pública. Por meio deste selo, diversos livros foram publicados ao longo dos anos, desde a década de 90. Fato é que há registros de publicações que datam desde o ano 1993, mas infelizmente tudo parece ter desaparecido dos planos a partir de 2015.

LIvro “cinematographo em Nictheroy”, lançado em 2013, pela Niterói Livros.

A última publicação oficial vinculada a editora, feita pela prefeitura de Niterói, foi em 2015, anunciando que o acervo do selo estava passando por digitalização. A publicação foi feita pelo canal da prefeitura no facebook, onde foi explicado um pouco mais detalhadamente sobre como era o processo e o objetivo da editora. Pensada como uma iniciativa para impulsionar a carreira de escritores independentes e locais, a editora costumava distribuir as publicações em escolas, bibliotecas e associações livres, sendo apenas uma pequena parcela desses livros destinada a comercialização em livrarias.

Capa do Livro “Capítulos da Memória Niteroiense”, publicado em 2002.

Ainda de acordo com a publicação encontrada no facebook da prefeitura, a Niterói Livros contava com parceria da Imprensa Oficial do Estado do Rio de Janeiro, que nada mais é do que uma empresa pública que presta serviços gráficos ao estado do Rio de Janeiro. A nível de informação, a IOERJ faz 100 anos dentro de 10 anos, tendo sido fundada em 1931.

 

No site institucional da Niteroi Livros, que ainda esta no ar e pode ser acessado através do Cultura Niterói, no entanto, mesmo no site institucional, não existe muita informação. Não se tem, por exemplo, a história da editora, tampouco o número de quantas publicações já foram feitas ou uma lista com todos os autores que já publicaram pelo selo.

O que se tem de informação é a data de fundação, remontando a 1993. Além disso, foi possível descobrir que a Prof. Dra. Margareth da Luz foi coordenadora da Editora entre os anos de 1993, ou seja, sua fundação, ate 2004. Essa informação foi obtida através da Introdução da Tese de Doutorado da professora Margareth, que esta disponível publicamente na internet.

Capa do livro Café Paris, um dos últimos publicados pelo selo.
Capa do livro “Criando a Niterói do Amanhã”, feito inteiramente por alunos da rede pública.

As publicações mais recentes parecem ser o livro “Criando o Niterói do Amanhã” e “Café Paris – Os Precursores”, ambos de 2014. O primeiro livro foi resultado de uma parceria entre as Secretarias de Planejamento, Modernização da Gestão e Controle; de Educação, Ciência e Tecnologia e também da Fundação Municipal de Educação, Ciência e Tecnologia. O projeto reuniu produções artísticas e literárias de mais de 5 mil alunos do 1º ao 9º ano do ensino fundamental, dos quais os mais destacados foram publicados no livro. Já no caso do segundo livro, uma produção de Maria José da Silva Fernandes e Emílio Maciel Eigenheer, que foi publicada pela Niterói Livros em parceria com a Editora Novas Ideias.

O problema é que depois dessas publicações, de 2014, a editora parece não existir mais. No facebook, a página específica da Niterói Livros esta desatualizada desde 2015. Na aba institucional da editora no site da cultura de Niterói, as redes sociais vinculadas são do Teatro Municipal – inclusive o link para uma página do facebook que não existe mais. Diante de tudo isso, fica a questão: o que houve com a Niterói Livros?

Escrito por Roberta M

Escrevo notícias cobrindo que acontece de mais interessante no Brasil e no mundo, notícias de curiosidades, interessantes e cobertura dos famosos.